Monday, October 31, 2005

amanhã é 23

Vinte e três dias exatos que trabalho sem um dia de descanso. Seria muito mais, não fosse minha assertividade mais que vital para dizer não, ao menos uma vez, para o pessoal do trabalho. Estou aprendendo. Não só falei não, como "possovelmente nunca mais" para St. George's. Já avisei Cannons que em breve abandonarei o barco por lá também. Ainda preciso de uma dose de assertividade para falar para o Imperial College que valeu, mas não vai rolar dessa vez. E assumir novamente minha confortável posição de mono-trampo, nine-to-five, de que só reclama quem nunca trabalhou five-to-nine, am-pm. Acreditem, eu já. E não é tão legal e ainda assim me esforço para conseguir pagar o aluguel e as contas e o maldito cartão de crédito, meu contrato com o diabo. Graças ao cartão de crédito comprei meu iPod que me quebrou as pernas. Adoro ele, meu nano, mas foi deveras irresponsável comprá-lo. Só eu sei. Meda, pânica, horrora, desespera, socorra quando vi minha conta baixar a marca dos £100 este mês.

Mas tudo passou. Passou mesmo. E meu novo emprego deve me deixar bem mais, ahn, confortável. Paga mais do que eu jamais ganhei.

**

Estou aqui now and then; assino como Bee S.

**

Estou realmente penando um tequinho para fazer esse primeiro essay do curso da facul. Nunca imaginei que isso fosse acontecer, mas hoje serei uma dessas que ficam segurando o professor depois da aula para pedir ajuda particular. Céus, como sou mala. Entendo todos os preceitos, teorias, estou feliz da vida ao notar o universo semiótico se abrindo num sorriso para mim. Mas não adianta, esse semiotas (semióticos + idiotas) falam de comunicação para lá, comunicação para cá, mas o que menos fazem é comunicar. Incrível pensar que essa é uma disciplina fundamental a quem estuda comunicação. Mas sempre há quem ache bela a língua alemã só porque faz parte do seleto grupo dos que a dominam também. Ah, o gozo do conhecimento partilhado por poucos. No worries, eu também já tive muitas alegriazinhas assim. Aí passou.

**

Preciso encerrar este post em breve. Vou me encontrar com o glorioso Chris. Ontem, assistindo Betty Blue na Sky, lembrei muito de nós dois em algumas cenas crássicas (crassas + clássicas) e na mesma hora ele ligou. Vai se mudar para Canary Wharf em uma semana. Vamos morar alguns minutos um do outro. Tipo uns 20 andando. Não vai prestar.

Mas vai ser legal.

**

E quarta-feira vou com a Marinella num workshop e sexta vou almoçar com meus queridos Marius e Steve da BMI e, ufff, viram só como sou popular? Saudade de tanta gente... Nada melhor que se enganar com dois ou três minutos longe de qualquer realidade.

**

Estou pensando seriamente em investir um pouco do dinheiro que não tenho num colchão novo. Minhas costas estão cada dia pior. Merda de landlord muquirana que comprou o colchão mais barato DO MUNDO para pôr na minha cama. Mongolóide.

**

Hoje eu deveria ter pesquisado hotéis na Escócia e na Irlanda para mim e Bruninha, mas vai ficar para outro dia. Quase não consegui escrever no blog como havia me prometido. Nem adiantei meu essay porque NAO SEI POR ONDE COMEÇAR. Isso só me acontece em inglês mesmo.

Ouvindo The Dancer da PJ Harvey no repeat. Isso só pode ser sinal de inspiração. Vou ali ver o Chris e seguir direto pro meu curso.

Uninspired.

No comments: