Saturday, October 30, 2004

missions accomplished

Depois de empurrar com a barriga, sou o mais novissimo membro das piscinas publicas do borough de Tower Hamlets. Com carteirinha e tudo. Depois de empurrar com a barriga, fui no medico, me registrei, e minha carteirinha deve chegar em alguns dias pelo correio. Depois de empurrar com a barriga, fiz minha inscricao na biblioteca publica do mesmo borough, o que me da direito a usar cinco bibliotecas diferentes. Depois de empurrar com a barriga, o housewarming finalmente aconteceu e foi um *sucesso*. Umas 30 pessoas, algumas desconhecidas aas tres anfitrias, admito, mas mesmo assim, festa cheia, comida e bebida durando ateh o final e cama soh aas 4h30, com gente dormindo pelos corredores, como era de se esperar. Uma festa, enfim. Cheia de velas e com uma trilha sonora especialissima: o CD de MP3 que minha irma me deu antes de eu vir para a Inglaterra. nao pude ouvir muito porque descobrimos ligeiramente tarde demais que meu discman nao toca MP3. Mas o computador toca, e as musicas foram um sucesso!

Claro que tiveram episodios isolados de malice por parte de alguns. Sempre tem. Inclusive virou persona non grata, decisao obtida unanimemente por votacao da assembleia hoje. Mas desencana. Nao vou falar aqui porque tem gente demais ja espionando este blog (que eh espionavel mesmo, nao to reclamando, mas nao vou falar tudo, neam?).

Passada a festa, aquela ensacao de alivio. Na mesma semana eu me registrei no medico, fiz minha membership na natacao e me inscrevi na biblioteca local. Definitivamente, uma entrada triunfal para uma vidinha mais estavel.

Claro que ainda tem muita coisa para fazer. Preciso ir atras do meu National Insurance Number, proximo passo. Mas agora nao. Depois de muito empurrar preciso cuidar dela, a barriga. Mimar-me-ei.

Thursday, October 28, 2004

fotas & afins

Tem novas fotinhas! A maioria delas tirada pela minha amiga E fotografa Fru. Vao la, vao?

**

Estou tendo ideias. Aguardem.

Monday, October 25, 2004

enquanto seu lobo nao vem

Enquanto o sistema do trabalho nao volta, venho aqui deliciosamente jogar conversa fora. Quer dizer, conversa nao, porque ninguem me ouve e poucos de fato respondem (e isso nao eh uma reclamacao whatsoever). O caso eh que ja respondi meus e-mails, ja li o que queria, ja comecei a procurar cursos para minha mais nova traquinagem: aprender frances, e agora, claro, o blog.

Nessa semana, finalmente, vou no medico fazer meu registro. Quinta-feira de manha. Vou ter que matar a manha no trabalho, oh que chato. Para compensar, terei apenas meia hora de almoco a semana toda. Aproveitarei a quarta aa noite para ir no Guanabara, um bar brasileiro em Covent Garden altamente recomendado por, nao sei, na verdade ninguem recomendou, acho que li em algum lugar que era legal e resolvi investir pesado. Chamei toda a comunidade de brasileiros e simpatizantes que conheco para um funk regado a caipirinha. E provavelmente no final dessa semana, nosso famigerado house warming. Vamos comemorar a chegada na casa, mas a casa vai cair! (Calma, babai, babae, foi forca de expressao.)

Fim de semana tranquilo, bem a meu gosto. Sexta fomos (eu fui arrastada) num pub aqui do lado, The Mint, e voltamos cedo, ja que havia uma certa horda de fas de Elvis vestidos a carater e cantando, desafinados pelo alcool, o que deveriam ser hits do rei. Sabado fomos no museu de guerra, finalmente. Por tres horas fiquei em um soh andar, o do Holocausto. Um tapa na cara, apesar de que 80% do que estava la eu ja conhecia – um otimo sinal, nunca eh demais saber bem essas coisas para nao esquece-las. Preciso voltar para ver o resto do museu. Tem um andar soh para a segunda guerra, outro para crimes de guerra.

Voltamos pra casa, uma chuva pentelha na cabeca. Nos enfiamos embaixo do edredon. Fizemos compras e nosso registro na locadora de DVD ali do lado do Safeway. Tiramos dois filmes, "Monster" e "The House of Fog and Sand" (ou algo assim). O primeiro muito, muito bom. A Charlize Theron estah espetacular. O segundo filme eh medio, exagerado demais pro meu gosto…

Domingo foi dia de Hyde Park. Mostrei a Speaker’s Corner pra Fru e pro Nicholas. Todo mundo gosta desse programa, porque de fato eh divertidissimo. Depois fomos caminhando ateh o frisbee. Encontramos o pessoal, esperamos o jogo acabar, e fomos a peh ateh Leicester Square, uma boa caminhada, mas estava um fim de tarde bem gostoso. Fomos no Prince Charles, um cinema bem tradicional e barato, ver um filme chamado Donnie Darko. Nao sei se estah passando ou se vai passar no Brasil, porque apesar de ser com a Drew Barrymore e mais um monte de gente famosa de que nao lembro o nome, eh meio varzea.

E assim acabou o fim de semana. Gostei.

Thursday, October 21, 2004

pergunte ao poh

Eu sempre quis que a vida fosse tao romantica quanto a do Arturo Bandini. Em que o glamour estah exatamente na ausencia de glamour. Aquela pobreza doce que vira tema de livro. Aquele nao ter vintem e ser feliz por sobreviver mesmo assim. Soh que a vida nao eh boa quando eh assim. Nao estou falando por mim. Eu vivo muito bem aqui. Ganho minha graninha no final de toda semana, tenho meu cantinho, contas em dia, comida na geladeira e um extra para pagar minha natacao e guardar, guardar, guardar. O negocio eh que escrito eh bem mais glamouroso. Nao tem ansiedade pior do que aquela de ver o dinheiro saindo sem entrar. Por isso entendo o desespero da Bobby quando estava sem emprego.

E eh a primeira vez que *realmente entendo*. Quando estava no Brasil, se ficasse desempregada nao teria problema. Seria complicado, teria de cortar meus luxos, minhas viagens, mas no final das contas babae e babai estariam la, garantindo cama e pao quentinhos. Hoje eh diferente. Nao porque eles nao bancariam, mas porque eu nao aceito mais ser bancada.

Tomei vergonha na cara.

Eh claro que se um dia eu perder o emprego e comecar a passar fome, vou aceitar um emprestimo. Mas eh o que eh: emprestimo. Dinheiro que vai e volta. Porque eles investiram em mim em 24 anos, e estah na hora de, se nao ainda colher frutos, pelo menos ve-los florescer saudaveis.

***

Ainda quero escrever um post gigante sobre o quanto amo minhas flatmates e o quanto elas tem a capacidade de me amar tambem.

***

Aos que me cobram diariamente o registro no NHS, informo: liguei la, ja sei a documentacao de que preciso e vou na semana que vem, algum dia de manha. Aviso minha chefe e reponho as horas de trabalho perdidas cortando metade dos almocos do resto da semana fora.

***

Recebi convite para ir para a Ilha da Madeira no reveillon, ficar com o Michael. Tempting...

***

A frequencia de mensagens aqui nao anda muito alta porque tenho tido o prazer de gastar meu tempo extra falando via microfone e webcam com amados no Brasil. Continuem me ocupando, please! Amo voces. Saudades.

Wednesday, October 20, 2004

shorts

Pouco tempo, muita coisa. A hora do almoco agora eh preciosissima. Eh durante ela que pago minhas contas, respondo meus e-mails, vez ou outra atualizo o blog e faco telefonemas. Tudo isso equilibrando um wrap feito na noite do dia anterior aas pressas.

E tudo o que eu ia escrever vai ter que se calar porque a polonesa aqui de tras nao para de falar comigo e ja foi metade do almoco e preciso pagar o alyuguel. Oh well.

***

Daqui tenho acompanhado mais um escandalo do Maluf. Engracado que tudo isso soh veio aa tona depois que ele perdeu o primeiro turno das eleicoes, neam? Aiai, viu?

Friday, October 15, 2004

happiness is almost simple

Olha soh. Nem eh dificil me fazer feliz como muitos querem pensar. Estou irradiante porque:

* Ganhei um armario, assim, de graca mesmo, de uma boa alma.

* Consegui fazer funcionar minha webcam e falei por microfone e camera com um monte de pessoas FUNDAMENTAIS ontem. Ta certo que umas soh me viam, outras soh me ouviam. Mas foi demais. Agora falta todo mundo no Brasil se munir dos mesmos aparatos, neam? Porque sou exibicionista mas meu lado voyeur tambem sofre. Saudades dos rostinhos amados.

* Uma sexta-feira cheia de expectativas novamente... Despedida do Richard em casa e aniversario da Dea em seguida. E boas companhias para ambas, possivelmente.

* Hoje vou nadar.

* Amanha vou no Primark comprar agasalhos quentes e baratos com a Fru.

* Estou planejando meu reveillon. Barcelona?

...

Nao eh muito. Eh?

Wednesday, October 13, 2004

chega de adiar

Vou resolver essa joca de NHS ainda essa semana. No maximo, estourando, na proxima. Nao que eu esteja doente, mas toda hora me bate uma coisa meio "fodeu" mesmo sem ter acontecido nada. Preciso aprender a me precaver em relacao a coisas realmente importantes.

Afinal de contas sou brasileira. No Brasil, as coisas mais importantes nao significam nada. Aqui, as coisas mais infames sao levadas a serio. Essa eh a grande diferenca entre o ingles e o brasileiro. Mas um dia me aprofundo mais no assunto. Eu e minhas teorias rasas.

Tuesday, October 12, 2004

Monday, October 11, 2004

o primeiro ingles

Lembra que eu disse no post anterior que as sextas simplesmente *acontecem*? Pois eh, aconteceu.

Descompromissadamente.

Na boa e velha (!) Old Street, o trio parada dura foi junto para a balada e... Voltou separado.

Entenderam?

Friday, October 08, 2004

deixa acontecer

Um fim de semana aa vista. A sexta eh sempre cheia de promessas, compridas e nao cumpridas, mas eu gosto mesmo assim. Nada planejado para hoje, porque sexta nao se planeja, ela simplesmente *acontece*.

De qualquer forma, amanha devo almocar com o John, na sequencia ir ao mercado de Camdem Town e, aa noite, a um housewarming se minha disposicao permitir. Domingo eh dia de nadar e de tentar fazer tudo aquilo que voce deixou para fazer no fim de semana e que nunca vai ser realmente feito num fim de semana. Se o tempo ajudar, frisbee. Se nao ajudar, DVDs e Pubs aa disposicao.

E ainda preciso fazer supermercado.

E ainda preciso por minhas roupas, que ainda estao na mala (!), na comoda, finalmente.

E ainda...

Monday, October 04, 2004

nem tudo sao flores

Fim de semana merda. Chato, tedioso, o pouco que foi emocionante, foi um emocionante ruim. Agora pouco estava num bar no Soho e briguei com um ingles idiota ultranacionalista e pancudo. Mandei ele fuck off (entre outras coisas) e recebi em troca cerveja na cara. Aquela coisa basica. A baixaria so nao foi alem porque ele se dignou a ir embora.

Chuva, chuva e chuva. Sabado foi faxina, domingo foi supermercado (pelo menos deu para nadar de manha).

Mas a sexta-feira foi legal, pelo menos. O trio parada dura com Alex + Ernesto em Hoxton. Nao tinha como nao ser divertido. Vou lembrar da sexta e esquecer do resto. E nao quero mais escrever.

Se Londres fosse esse fim de semana, eu estaria de malas prontas para voltar ao Brasil. Sem brincadeira.

Muitas, muitas saudades.

E saco cheio de tantos pelo-menos.

Friday, October 01, 2004

sonhos estranhos

Eles continuam. Essa noite eu estava na rua Tabapua com minha amada Bathatha esperando um onibus vir. Pegamos o onibus, mas ele foi direto numa descida alagada e caiu boiando num lugar fedido e sujo. Nao tinha como voltar para casa. Ficamos ilhadas em cima de um tanque de abastecer em um posto de gasolina. Me desesperei. Os dias foram passando e a gente nao tinha comida. Eu falei que ia nadar de volta, que ia levar Bathatha comigo, mas nao me deixaram. Falaram que era perigoso e eu precisava esperar a agua descer. No final das contas consegui escapar. Mas ai tinha esquecido algo la e precisava voltar. O cenario vira entao St Katherine's Docks, um lugar aa beira do Tamisa do lado de casa a que fui ontem. Estou com minha irma. Ela diz que vai pegar o carro dela em determinado lugar, e quando vou tentar encontra-la nesse lugar, me perco. O lugar parece um labirinto cor de brique. Sei que ja me deixaram para tras faz tempo. Ai resolvo passear, mas meu coracao esta no chao de pesado. no fundo, eu queria estar no carro.