Friday, June 01, 2007

vrum

Daqui a pouco vou falar com meu chefe.

MEDA PÂNICA HORRORA DESESPERA SOCORRA.

Não vai doer, mas bom também, não pé. Vou dizer que me foi feita a oferta de um outro trabalho, no estilo mais prolixo e cheio de dedos inglês. Do tipo, me foi oferecido um emprego, não tenho culpa, sou agente da passiva.

Por enquanto mandei um email rapidinho, dizendo que quando ele tiver “a mo”, vir falar comigo. Ele já deve saber. Ele já estava antenado. Não vai doer, ele vai facilitar as coisas.
.
.
.
Falei. Pronto. E como num passe de mágica, o escritório todo já sabe. Não sei como eles fazem isso. Mas isso é o menos importante. Meu último dia aqui é dia 17 de julho. Meu primeiro dia lá é dia 30. Isso mesmo. Férias de quase duas semanas para a princesa aqui. Mais do que merecido, mais do que eu esperava. Porque sempre espero menos, anyway.

**

Ontem fui jantar num restaurante coreano com Byrifoy e mais um casal de amigos. Foi a primeira vez que comi comida coreana. E amei (apesar da pimenta das entradas). Saudável e saboroso. Claro, comi coisas palatáveis. Nada de ovo cru no meio da comida, como vi no prato dos coreanos ao lado.

Ontem foi um dia bom, como um todo. Cheguei na casa do Byrifoy completamente exausta, mas com um sorriso de canto. Eu, sozinha, vivi tanta coisa em um só dia e sobrevivi. Dormi quase imediatamente. Acordei inchada de sono e esperança de que o sol vai brilhar o fim de semana inteiro.

**

Hoje Brasil e Inglaterra jogam. Impressionante como estando fora fico mais ligada nesses eventos nacionalistas. Claro que faz sentido, mas é estranho ser parte da manada. Estranho, e estranhamente confortável.

**

Estou virando motoqueira. Jaqueta de couro e tudo. Adoro. Babãe, babái, Piu: não tem motivo pra alarme. Por enquanto, e por um bom tempo, só penso em ser passageira.

(Na verdade andar de moto é uma desculpa para ter que agarrar bem agarrado quem está dirigindo.)

No comments: