Tuesday, August 08, 2006

cadeira errada

Realmente correndo. E com dor na coluna, nuns nervos aí. Devo ir num massagista ou algo do gênero no meu lunch break. Carregar dois trabalhos nas costas ao mesmo tempo, além de cuidar de uma casa, nao é missão para qualquer um. Ontem fechei o notebook às 22:30h. E, claro, não consegui dormir. Hoje acordei toda devagar. A dor nas costas piorou. Deve ser a maldita cadeira que a maldita landlady enfiou naquela casa.

Uma vaca, essa mulher, uma vaca. Eu queria muito um dia sentar com ela para um café com biscoitos, sabe? Queria entender por que ela faz das menores coisas as maiores e mais trágicas. Agora ela resolveu que quer receber o aluguel diretamente, e não via agência. Só que a agência disse que não. E como eu já criei o maldito standing order faz menos de um mês, não vou mudar, não. Ela que agüente mais uma pequena razão para reclamar muito da vida. Ela gosta.

Mas tem tanta coisa mais interessante para falar, por que uma velha caquética que não significa nada para mim precisa ocupar espaço, não? Não precisa.

O frila vai muito bem, obrigada. Até melhor que a encomenda, com alguns artigos gerando respostas e mais respostas apaixonadas. Acho ótimo. E sinto saudades desse trabalho com feedback direto do público.

Aiai.

Não se dêem ao trabalho de assistir a Miami Vice.

Oito de agosto meus amigos, oito de agosto. O tempo voando e eu rodopiando junto. Tentando não derrubar as bandeijas, mas às vezes acontece de copos virarem. Entendo que são frustrações nossas de cada dia, mas ainda me sinto injustiçada pelas pequenas desgraças diárias.

Sim, definitivamente um massagista.

No comments: